Quais os riscos de NÃO ter uma sentença judicial fixando a pensão alimentícia?

Olá, caros amigos e amigas.

Hoje falaremos sobre os RISCOS de NÃO ter uma SENTENÇA JUDICIAL fixando a PENSÃO ALIMENTÍCIA dos seus filhos.

Você não saberá se o valor recebido é realmente JUSTO.

Sem uma análise profunda acerca das NECESSIDADES do seu filho e das POSSIBILIDADES do genitor/a que irá pagar a pensão alimentícia, é impossível saber se o valor pago é realmente justo cobrindo todas as necessidades do seu filho dentro das possibilidades do pai/mãe que está pagando.

Apenas em um PROCESSO JUDICIAL será possível analisar os ganhos mensais do genitor/a pagante (como salário, horas extras, participação nos lucros da empresa, renda extra, etc.) para saber quais são as POSSIBILIDADES dele enquanto pagante.

Também não será possível comparar essa POSSIBILIDADE do pagante com as NECESSIDADES do filho.

Muitas vezes o que ocorre é que o pai/mãe pagante OMITE a verdade sobre seus ganhos para poder PAGAR MENOS do que poderia pagar, proporcionando ao filho uma vida INFERIOR ao que ele poderia vir a ter.

Já pensou se a pensão que você recebe for menos da metade das possibilidades do pai/mãe pagante? Já pensou nas melhorias que o aumento desse valor traria para a vida do seu filho?

Pois é!

Por isso é NECESSÁRIA a ANÁLISE do seu caso por um JUIZ.

O pai/mãe pagante poderá DIMINUIR o valor da pensão quando bem entender.

É isso mesmo, sem uma sentença judicial fixando um VALOR de pensão alimentícia, o pai/mãe pagante poderá pagar o que bem entender. Um mês paga R$ 500,00, no outro paga R$ 200,00, no outro paga R$ 50,00.

Você não terá segurança alguma sobre o valor a receber.

Logo, ficará refém da boa vontade do genitor/a pagante!

Você NÃO poderá COBRAR judicialmente a pensão atrasada.

Você sabia que apenas uma SENTENÇA JUDICIAL lhe dá o direito de COBRAR PENSÃO ATRASADA?

É isso mesmo!

Você já imaginou o seguinte cenário: seu filho passa anos e anos sem receber pensão alimentícia do pai/mãe e NÃO PODERÁ cobrar isso lá na frente!

Já pensou também se vocês têm um acordo verbal (não formalizado por uma sentença) e o genitor/a simplesmente pára de pagar, e agora? Você não poderá COBRAR os meses que se passaram sem a pensão!

Percebe o RISCO que seu FILHO corre? É um DIREITO receber pensão alimentícia, mas esse direito poderá ser retirado dele caso VOCÊ não proponha a ação devida.

PROPOR AÇÃO DE ALIMENTOS. Clique Aqui.

Espero ter te ajudado com essa explicação.

 

Sarah Rocha – Advogada.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *